Dentista em Balneário Camboriú, SC: Rua 1101, nº 60, sala 131 - Whatsapp: (47) 988019840
(47) 33674822

Câncer Bucal – Auto Exame

A Revista da APCD de Jul/Ago deu um destaque todo especial para o Câncer Bucal. Segundo  estimativa realizada pelo Instituto do Câncer, 14 mil casos aparecem a cada ano e metade dessas pessoas morrerá em decorrência da doença. Preocupante, também, o aumento de casos em adultos jovens. Programas para a conscientização sobre o problema tem sido feitos pelas entidades de classe e a orientação fundamental é com relação ao...

Auto exame da boca:

Em frente ao espelho que tenha  boa luminosidade, coloque a língua para fora e faça movimentos laterais e de elevação e abaixamento. Observe qualquer alteração de cor e forma. Esses movimentos devem ser feitos sem dificuldade. Analisar todo o dorso da língua e laterais. Coloque-a para cima e observe embaixo dela e o assoalho da boca. Verifique todas as áreas da boca, como bochechas, lábios e palato (céu da boca).

auto-exame-bucal

A boca está sujeita a uma série de alterações, como: coloração, textura, aumento de volume, feridas de bordos irregulares, podendo ser indolor no início, de crescimento continuo e sem melhora; placas brancas, avermelhadas e pretas que passam desapercebidas, nódulos no pescoço, na boca; excesso de tecido ( crescimento); sangue na saliva. Qualquer ferida que ultrapasse 15 dias sem apresentar melhora deve ser investigada. Não se desespere, procure seu dentista que lhe orientará melhor.

Evitar essa doença é fundamental, e, na maioria das vezes, só depende de você, portanto:

  • Não fume
  • Evite bebidas alcoólicas;
  • Proteja-se dos raios solares (protetor solar, chapéu);
  • Procure resolver próteses traumáticas (mal ajustadas), raízes residuais e dentes quebrados;
  • Mantenha a boa higiene bucal;
  • Tenha uma alimentação saudável;
  • Execute o auto exame periodicamente;
  • Procure o dentista se encontrar alguma irregularidade
  • Consulte seu dentista regularmente;

Porém...

Pacientes com câncer devem ter cuidados redobrados com a saúde bucal

Apesar de ser muito importante para o tratamento do câncer, a quimioterapia e a radioterapia podem desencadear alguns sintomas que, quando não tratados, prejudicam a saúde da boca e, até mesmo, o tratamento do câncer.

 

Cada pessoa reage de maneira diferente à quimio e à radioterapia, mas alguns efeitos colaterais são mais comuns, deixando os dentes, gengiva e mucosa sensíveis. Entre as queixas frequentes estão: perda de paladar; aparecimento de mucosite (feridas); xerostomia (boca seca); candidíase (infecção por fungos conhecida como sapinho) e cárie de radiação. Estes sintomas geralmente são temporários e depende do local, tipo de tumor e da dose das medicações utilizadas.

É importante destacar que é possível prevenir e controlar estes problemas, e a principal ferramenta para isto é a manutenção rigorosa da higiene bucal. Mas, lembre-se: os pacientes precisam de cuidados odontológicos antes, durante e após as terapias para o câncer.

Como fazer a higiene bucal do paciente?

  • A limpeza da boca (dentes e língua) deve ser feita pelo menos duas vezes por dia (manhã e noite) e após cada refeição.
  • Usar sempre escovas de cerdas macias e fio dental. Se não conseguir usar a escova, pode ser feito bochecho com antimicrobianos como a cepacaína que dá alívio rápido e temporário das dores e irritações da boca e da garganta provocadas por faringites, amigdalites, estomatites, resfriados e por procedimentos odontológicos e pequenas cirurgias da boca e da garganta. Entretanto, é contraindicado para pacientes com história de hipersensibilidade aos anestésicos locais ou ao cloreto de cetilpiridínio.
  • Quem faz uso de dentaduras deve certificar-se de que o aparelho está bem ajustado a sua boca. Ela deve ser limpa diariamente, com auxílio de uma escova de dentes. Se possível, diminua o tempo de uso da peça. Nos momentos em que não estiver sendo utilizada, mantenha a prótese seca ou submersa em água misturada a uma colher (café) de água sanitária.
  •  Mantenha a boca úmida. Além de beber água frequentemente, mascar chicletes sem açúcar e utilizar saliva artificial podem ajudá-lo.
  • Evite o uso de enxaguantes bucais com álcool e de palitos de dente.
  •  Não consuma bebidas alcoólicas ou produtos derivados do tabaco (cigarro, charuto, cachimbo e fumo para mascar).
  • Consulte um dentista regularmente.

Referências:

http://www.cccancer.net/site/index.php/cuidando-do-paciente/

http://www.saude.sp.gov.br/ses/noticias/2011/agosto/pacientes-com-cancer-devem-ter-cuidados-redobrados-com-a-saude-bucal

http://www.einstein.br/einstein-saude/em-dia-com-a-saude/Paginas/saude-bucal.aspx

Sem comentários.

Deixe seu comentário